Princípios e Conceitos

O projeto “Pulso de Aleatoriedade” se propõe a desenvolver um sistema de publicação de números aleatórios de alta confiabilidade, seguindo os seguintes princípios.

Fontes de entropia. Os números aleatórios publicados são produzidos a partir da combinação de diversas fontes de entropia, cada uma delas baseada em um tipo diferente de efeito físicos e cuidadosamente avaliada analiticamente e estatisticamente.

Rastreabilidade temporal. A cada número aleatório publicado é associado o instante de tempo em que ele foi gerado. O “carimbo de tempo” associado ao número aleatório é do tipo Tier 1, inserido por meio de um canal direto de comunicação com o laboratório de tempo e frequência do Inmetro, rastreado ao BIPM (UTC INXE).

Assinatura digital. Cada número aleatório publicado é assinado digitalmente seguindo os padrões ICP-Brasil de criptografia e de segurança de hardware e software, garantindo, portanto, a validade jurídica das aplicações baseadas nos números publicados pelo “Pulso de Aleatoriedade”.

Metrologia científica. Os laboratórios envolvidos no projeto “Pulso de Aleatoriedade” são laboratórios seguem as melhores práticas da metrologia científica, sendo aderentes ao padrão ISO/IEC 17025, possuindo padrões e equipamentos regularmente calibrados, sofrendo auditorias internas e externas, participando de revisões por pares e atendendo aos mais estritos requisitos de demonstração de proficiência.